VEM AÍ MAIS UM FIM-DE-SEMANA DURO

0

No fim-de-semana do 1º de Maio vai voltar a ser proibido circular entre concelhos, prevendo-se que, a partir do dia 4, sejam «aliviadas» algumas medidas. Antecipando esse cenário, Oeiras já proibiu o estacionamento junto ao Passeio Marítimo, para evitar aglomerados.

Ontem, o Primeiro Ministro, António Costa, anunciou, aos microfones da RTP3, que o Governo vai decretar no próximo fim de semana prolongado do dia do trabalhador, de 1 a 3 de maio, a mesma medida que adotou durante a Páscoa. Ou seja, estão proibidas as deslocações entre concelhos, salvo as exceções que vão ser indicadas pelo executivo.

No dia seguinte, a 4 de maio, o Governo pretende levantar algumas restrições. O Governo está a ponderar passar do estado de emergência para situação de calamidade a 3 de maio. Esta decisão não terá de passar pelo Presidente e permite manutenção de restrições pesadas.

Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de São Bento, após uma reunião com a comunidade islâmica por causa do Ramadão, António Costa salienta que «todos os dias temos de manter o maior grau possível de contenção e isolamento para continuar a manter o sucesso», ressalvando que «para lá do estado de emergência não vamos viver a vida normalmente e, cada vez, que se ganha na contenção, ganha-se liberdade futura».

O estado de emergência deverá acabar a 2 de maio, mas estas restrições relacionadas com o 1.º de maio vão manter-se também no dia 3. O primeiro-ministro explicou que, mesmo sem estado de emergência, o Estado tem cobertura legal para impor as restrições, nomeadamente a proibição da deslocação entre concelhos.

António Costa voltou a frisar que a 30 de abril o Conselho de Ministros vai anunciar qual é o calendário de libertação das normas de confinamento e os sectores que vão retomar a sua atividade. «Temos de fazer isto com segurança, dando um passo de cada vez», disse, referindo que os passos serão dados de 15 em 15 dias e por setores: os primeiros levantamentos acontecerão a 4 de maio, a segunda vaga a 18 de maio e a terceira a 1 de junho.





Uma certeza já existe, haverá «sempre restrições na lotação e em matéria de equipamento de proteção individual seja para quem está a atender como para os clientes». Também terão de ser adotadas medidas de proteção nos transportes públicos, tal como o Governo já tinha dito.

Oeiras encerra parques

Mas, antecipando a proibição de circular no fim-de-semana, a Câmara de Oeiras decidiu encerrar, durante este fim de semana, todos as zonas de estacionamento junto ao Passeio Marítimo de Oeiras, para evitar a deslocação de pessoas de fora do concelho, nomeadamente de Lisboa, Sintra e Amadora.

Assim, hoje e amanhã e, provavelmente, no próximo fim-de-semana, vão estar encerrados os parques de estacionamento, perto do Passeio Marítimo de Oeiras, por se «temer uma elevada afluência de pessoas vindas de lugares distantes», designadamente dos concelhos limítrofes.

Pelo sim, pelo não, a Câmara avisa que o uso dos parques de estacionamento «é considerado abusivo e sujeito a reboque».

Com esta medida – explica a edilidade – pretende-se evitar aglomerações, apelando aos munícipes que evitem «sair para longe da sua casa». Pedindo: «Ajude-nos a superar este momento com respeito por si e pela sua comunidade».

Contudo, como informa a nota, o município mantém aberto o Passeio Marítimo de Oeiras, compreendendo que os «oeirenses saberão utilizá-lo com as restrições que a atual situação determina», porque é um equipamento fundamental para que os oeirenses «possam dar um passeio higiénico que possibilite uma vantagem emocional na situação que vivemos».

Zonas de estacionamento interditas

PRAIA DA TORRE: Estacionamentos da Parques Tejo junto á zona marítima (4); Estacionamentos a norte da marginal na Rua Alto da Barra (2).

ALTO da BARRA/INATEL: Estacionamento na Rua Alto da Barra; Estacionamentos na Rua Cidade do Mindelo (2); Estacionamentos na Rua Aljubarrota (2); Estacionamento da Parques Tejo – Nave Visionista

FONTAINHAS – Paço de Arcos: Estacionamento de terra batida com entrada pela EN6 (Marginal)

PRAIA DE PAÇO DE ARCOS: Estacionamento de terra batida com entrada pela Av. Miratejo; Estacionamentos da Av. Miratejo, lado nascente e poente (3); Estacionamento Centro Náutico / Praia Velha.

PRAIA de CAXIAS: Estacionamento Curva dos Pinheiros; Estacionamentos da EN6 (Marginal) (2); Entrada Baía dos Golfinhos; Estacionamento Rua Direita de Caxias (Curva do Mónaco)

Escreva aqui o seu comentário...