Já estão em marcha as obras de reabilitação do edifício em Campo de Ourique que irá albergar o primeiro equipamento do Projeto Espaços InterAge.

Esta parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa integra um programa mais alargado, denominado “Lisboa, Cidade de Todas as Idades”.

Na visita ao andamento das obras na Rua Ferreira Borges, Fernando Medina afirmou que “este dia especial marca o arranque concreto do mais ambicioso programa de resposta ao envelhecimento da cidade de Lisboa”.

Para o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, “este é um programa que encerra em si uma visão radicalmente diferente de como o fenómeno do envelhecimento era encarado até há pouco tempo”.

De acordo com o autarca, “o envelhecimento não é um problema, é uma característica das cidades avançadas, que resulta do facto das pessoas viverem mais tempo, com melhores condições de lucidez e de contributo para a vida de uma cidade”.

Ou seja, “é a cidade que tem que se adaptar às pessoas e às características diferentes da população”.

Sobre o programa “Lisboa, Cidade de Todas as Idades”, o socialista revela que tem como “preocupação em manter as pessoas ativas”. Em vez da institucionalização precoce, “o que se propõe é criar as condições para que se possa viver em autonomia e em segurança o mais tempo possível”.

E garante que “as valências que aqui vão ser desenvolvidas, desde as residências assistidas ao centro de dia, vão dar melhores condições de vida em particular para os residentes do bairro”.

Na opinião de Fernando Medina, um dos desígnios dos autarcas é proporcionar “condições para manter as pessoas deste segmento da população nos seus territórios e casas, em conforto e segurança”.

Por sua vez, o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa apontou para a conclusão destas obras para daqui a nove meses, num projeto que “corporiza aquilo que é uma ambição para a cidade”.

Edmundo Martinho acrescenta: “estamos a dotar a cidade, e em particular a freguesia de Campo de Ourique, de respostas mais qualificadas, não apenas no que diz respeito ao espaço e ao seu modelo de funcionamento, mas sobretudo na abertura à comunidade e na transformação para um modelo mais abrangente, em que todas as gerações possam partilhar experiências e atividades”.

De acordo com o provedor, para além de quer “transformar Lisboa numa cidade que acolhe bem todas as idades e condições”, a responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa reafirma-se, em conjunto com a autarquia, juntas e instituições, no “desenvolvimento da qualidade de serviços que presta aos cidadãos”.

Também presente na visita ao arranque das obras, o presidente da Junta de Freguesia de Campo de Ourique salientou que “é importante que o Centro de Dia de Santo Condestável tenha uma nova localização mas, mais do que isso, tenha um novo projeto e que corresponda a uma nova visão da forma que damos condições para termos um envelhecimento ativo e saudável mais próximo de outras gerações e mais inovador”.

Pedro Cegonho vincou ainda que “é muito importante que este projeto esteja disponível para a população o mais rápido possível”.

Para além do Centro de Dia, o Espaço InterAge em construção em Campo de Ourique irá incluir uma Academia de Atividades e uma Residência Assistida.

Leia aqui : “Lisboa Cidade de Todas as Idades”