Está a chegar a noite mais longa do ano em Lisboa

Acontece já esta quarta-feira, dia 12 de junho, aquela que é a noite mais aguardada em Lisboa, a noite de Santo António. A festa começa, logo de manhã, com os Casamentos, e termina pela noite fora, com arraiais e Marchas Populares. Devido às festividades, são vários os locais que estarão condicionados ao trânsito. No entanto, o Metro de Lisboa e a CP irão reforçar a sua oferta na noite de 12 para 13 de junho. 

Esta quarta-feira, dia 12 de junho, acontece a noite de Santo António, a data mais esperada pelos lisboetas. O dia começa bem cedo, com os Casamentos de Santo António, que vai unir 16 casais: cinco na cerimónia civil, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, às 11h30, e 11 na cerimónia religiosa, na Sé de Lisboa, a partir das 14h. Ao início da noite, as Marchas Populares desfilam na Avenida da Liberdade. Serão 23 as marchas que vão participar, mas apenas 20 competem pelo título de campeã. Este espetáculo contará ainda com a participação das Marchas Infantis das Escolas de Lisboa, que vai levar 43 pequenos marchantes, escolhidos por sorteio, à Avenida, onde vão desfilar antes das restantes marchas.

As Marchas Infantis das Escolas de Lisboa são apadrinhadas pela vereadora com o pelouro da Educação da Câmara de Lisboa, Sofia Athayde, e pelo ator António Machado. A abertura do desfile cabe à Associação Geral Desportiva de Macau Lo Leong (grupo convidado) que apresenta a Dança do Dragão, de forma a comemorar o 25.º Aniversário do Estabelecimento da Região Administrativa Especial de Macau. A ordem do desfile é a seguinte: Dança de Dragão; Marcha Infantil das Escolas de Lisboa; Marcha Infantil “A Voz do Operário”; Marcha dos Mercados; Marcha da Santa Casa; Olivais; Alfama; Baixa; Santa Engrácia; Carnide; Castelo; Bela Flor-Campolide; Alcântara; Bica; Madragoa; São Vicente; Bairro da Boavista; Bairro Alto; Graça; Alto do Pina; Belém; Marvila; Penha de França; Mouraria; Lumiar.

Condicionamentos de trânsito na cidade

Devido ao desfile, que começa pelas 21h00, a Avenida da Liberdade vai estar encerrada ao trânsito a partir das 18h00 desta quarta-feira, havendo também condicionamentos da parte da manhã nas zonas da Sé e na Baixa, de acordo com o anúncio da PSP. Igualmente, o Comando Metropolitano de Lisboa alertou que diversas subunidades vão estar presentes nas festas dos Santos Populares, especialmente nos bairros tradicionais da cidade, para garantir “todas as condições de segurança”. “O policiamento será composto por diversas valências, designadamente de visibilidade, de intervenção, de trânsito, de fiscalização, de investigação e de ordem pública, em que se inclui a Unidade Especial de Polícia”, refere uma nota enviada às redações.

Também a partir das 18h00, estarão cortadas as ruas Braamcamp e Duque de Palmela, bem como o Marquês de Pombal e as avenidas António Augusto de Aguiar e Fontes Pereira de Melo. Contudo, está assegurada a circulação para os transportes públicos (na lateral norte interna e externa entre a Avenida Fontes Pereira de Melo e a Rua Joaquim António de Aguiar). Ao mesmo tempo, o acesso ao Rossio também não vai ser permitido e a circulação na zona da Sé estará condicionada entre as 12h00 e as 20h00, devido aos Casamentos de Santo António. Os condicionamentos à circulação automóvel começam às 18h00 de quarta-feira e prolongam-se até às 08h00 de quinta-feira, 13 de junho.

PSP aconselha o uso de transportes públicos

A PSP aconselha a todos os foliões a usarem os transportes públicos na sua deslocação para os locais das festividades e, caso utilizem o carro, a não estacionar em locais proibidos, tendo especial atenção aos locais que possam dificultar a passagem de meios de socorro. Quem se desloque em viatura particular deve verificar bem se a deixou trancada e não deixar nada exposto no seu interior. “Se levar mala, transporte-a sempre fechada e junto à parte frontal do corpo e com os objetos mais importantes (dinheiro, documentos, telemóvel, etc.) distribuído por locais diferentes e de difícil acesso”, acrescenta ainda a PSP.

Metro e CP com reforço de serviço

Nesta noite de Santo António, o Metropolitano de Lisboa vai prolongar, até às 03h00 da manhã, o seu serviço, nas linhas Azul e Verde. A circulação será realizada em comboios de seis carruagens. No entanto, encerram às 01h00, por razões de segurança, as estações Roma, Arroios e Intendente (linha Verde) e as estações Avenida, Alfornelos, Alto dos Moinhos, Praça de Espanha e Parque, (linha Azul). Já as linhas Amarela e Vermelha funcionarão no seu horário habitual, encerrando às 01h00.

Para facilitar as deslocações, o Metropolitano de Lisboa recomenda, para quem não tem passe mensal, a aquisição antecipada de bilhete, nas máquinas de venda automática. Por outro lado, no transporte ferroviário, a Comboios de Portugal (CP) informa ainda que vai realizar comboios especiais na madrugada de 13 de junho. Desta forma, haverá comboios com partida do Rossio, com destino a Sintra, às 01h30, 02h00, 02h30, 03h00, 03h30, 04h00, 04h30, 05h00, e 05h30. Já quem tem Azambuja como destino, o comboio especial partirá de Santa Apolónia às 01h30 e às 03h30, e quem segue para Cascais, tem comboios com partida no Cais do Sodré às 02h30, 03h30 e 04h30. Estes comboios especiais realizam paragem em todas as estações, informa a empresa.


Festas de Lisboa prolongam-se até dia 30 de junho

No entanto, as Festas de Lisboa continuam após o Santo António, prolongando-se até ao dia 30 de junho, com várias iniciativas. Na quinta-feira, dia 13, feriado municipal, celebram-se os aniversários de Fernando Pessoa e de Maria Helena Vieira da Silva, com propostas gratuitas para toda a família, ao longo de todo o dia, na Casa Fernando Pessoa e no Museu Arpad-Szenes – Vieira da Silva. Já no dia 15, sábado, a Fundação Calouste Gulbenkian recebe uma viagem musical pela Europa dos séculos XIX e XX, dirigida pelo Maestro Cesário Costa e com a colaboração da harpista Beatriz Cortesão.

No mesmo dia, mas no Largo do Picadeiro, haverá mais um concerto de de jazz ao ar livre e ao final da tarde com Sofia Borges & Camila Nebbia. Já nos dias 13 e 14, o mesmo local recebe os espetáculos de Joana Guerra & Yaw Tembe e Bode Wilson, respetivamente. Por fim, a Alameda Dom Afonso Henriques acolhe, entre os dias 14 e 16, o VIII Encontro do Associativismo e Regionalismo da Cidade de Lisboa, que tem como objetivo celebrar a música, a gastronomia e o artesanato regionais. Por fim, poderá consultar o programa completo das Festas no site da EGEAC.

Quer comentar a notícia que leu?