AMADORA COMBATE VIOLÊNCIA E DEFENDE CIDADE COMPASSIVA

No âmbito da prevenção e combate à violência em contexto familiar, a Câmara da Amadora vai ter um Serviço de Atendimento Especializado a Vitimas da Violência, em que garante atendimento e acompanhamento social a pessoas vítimas de violência doméstica. Por outro lado, amanhã realiza-se um workshop, intitulado “Cuidar e Cuidar-se ComPaixão”.

A Câmara Municipal da Amadora aprovou o projeto do Regulamento Municipal do SAEVV (Serviço de Atendimento Especializado a Vítimas de Violência), que vai agora ser remetido à Assembleia Municipal da Amadora, para deliberação.

Os benefícios inerentes ao apoio prestado às vítimas de violência doméstica superam os custos relativos à intervenção realizada, numa problemática que se observa em constante crescimento, sendo de extrema importância o apoio e a promoção do processo de autonomização face a este contexto, assim como o bem-estar, segurança e qualidade de vida das vítimas, salienta a autarquia.

Este regulamento pretende definir as condições de organização e funcionamento do SAEVV, bem como a estrutura de atendimento a vítimas de violência doméstica integrada na RNAVVD (Rede Nacional de Apoio a Vítimas de Violência Doméstica). Visa ainda definir os seus destinatários, os serviços prestados, a designação da equipa técnica e os direitos e deveres das vítimas.

O Serviço de Atendimento Especializado a Vítimas de Violência tem como objetivo garantir o atendimento e acompanhamento social a pessoas vítimas de violência doméstica, independentemente do género, através da realização de um plano de intervenção adequado às necessidades da vítima e agregado familiar, de forma a promover a sua autonomia, condições de segurança e minimizar o risco de revitimização.

O acompanhamento realizado no SAEVV é gratuito e confidencial e é prestados nas seguintes áreas: ajuda na elaboração de um plano de segurança, apoio na procura de alternativas habitacionais, informação sobre Regulação do Exercício das Responsabilidades Parentais, informações gerais sobre procedimentos jurídicos, encaminhamento para apoio psicológico, apoio na procura de formação e emprego, suprimento de necessidades básicas e encaminhamento para casa abrigo ou resposta de acolhimento de emergência





Cuidar com ComPaixão

Por outro lado, no âmbito do Projeto Amadora Cidade Compassiva, vai realizar-se amanhã, 8 de fevereiro, entre as 20h30 e as 22h00, o workshop online “Cuidar e Cuidar-se ComPaixão”, com Lídia Rego (psicóloga) e Elsa Mourão (médica) da Cooperativa LinQUE.

Amadora Cidade Compassiva, é um projeto dinamizado pela Cooperativa Linque – com o apoio da Câmara Municipal da Amadora e uma rede alargada de parceiros – tem como objetivo desenvolver um programa de sensibilização social, informação e formação nas áreas do envelhecimento, da doença em fase avançada, do final de vida e do processo de morte, melhorar a literacia em saúde, promover o conhecimento e desconstruir mitos e envolver os cidadãos no apoio às pessoas doentes e às suas famílias na fase avançada da doença.

Inscreva-se aqui

Quer comentar a notícia que leu?