A Auchan Retail Portugal abriu ontem um novo supermercado no País, precisamente em Paço de Arcos, próximo ao centro comercial Oeiras Parque. Isaltino Morais, presidente da Câmara de Oeiras, congratulou-se com mais este investimento no concelho.A nova loja, que ontem abriu as portas ao público, é a primeira a ostentar, desde raiz, a designação Auchan, no âmbito da estratégia do grupo de conversão das suas lojas de modo a operar sob uma insígnia única. Os supermercados já existentes viram, desde setembro passado, cair a designação Jumbo e passaram a assumir o nome, cores e símbolos da insígnia Auchan. Desta forma, este espaço de Paço de Arcos é, assim, o primeiro a abrir já com o nome do próprio grupo.

O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, após recordar que 13% do PIB nacional é gerado em Oeiras, congratulou-se com o facto deste hipermercado empregar, na sua maioria oeirenses, realçando que é «sempre importante para o concelho a instalação de novos serviços, nomeadamente no sector alimentar».

Isaltino Morais, que referiu que os oeirenses são pessoas exigentes, sublinhou: «uma empresa como esta, a juntar às mais de 20 mil existentes, permitem uma maior oferta de emprego, principalmente em termos de trabalhadores indiferenciados».

Segundo revelou o autarca, o concelho «tem uma das mais baixas taxas de desemprego e, inclusivamente, existem carências em alguns setores», nomeadamente em termos de engenheiros informáticos. «Neste momento – realçou – existem cerca de 12 mil vagas para técnicos e quadros nas diferentes empresas do concelho». Provavelmente, sugeriu, vamos «importar» quadros para colmatar essa carência.

Já Pedro Cid, diretor geral da Auchan, referiu que «este novo espaço agrega as perspetivas da empresa em responder cabalmente às necessidades dos consumidores», com o objetivo de satisfazer os três itens da política desta cadeia: «Bom, São e Local».

Representando um investimento de 16 milhões de euros e empregando 260 pessoas, maioritariamente residentes em Oeiras, este hipermercado pretende «liderar um movimento do Bom». Ou seja, querem ser bons nos produtos que «colocam no mercado»; serem «bons no atendimento» e, essencialmente, «serem bons nos preços», apostando numa «maior oferta dos produtos locais.

Sede da Auchan vai para Oeiras

Na cerimónia oficial de inauguração deste espaço, que contou com a presença do presidente e vice-presidente da Câmara de Oeiras, respetivamente Isaltino Morais e Francisco Gonçalves, o diretor geral da Auchan, Pedro Cid, revelou que a sede da Auchan, em Portugal, está a ser construída em Paço de Arcos, nas traseiras do novo hipermercado.

Do ponto de vista de Pedro Cid, a Auchan pretende ser uma empresa que contribua para a melhoria da qualidade de vida e económica do concelho de Oeiras. «Não queremos ser mais uma das 24 mil empresas que existem em Oeiras, queremos ser uma empresa que traga mais valias importantes para o concelho e para as pessoas», afirmou.

Para Trajano Nobrega, o diretor de loja, «este é um espaço moderno, com produtos frescos, biológicos e naturais», onde vai existir um «espaço drive take away» e outras novidades em termos de restauração.

Na perspetiva dos responsáveis da Auchan, este formato de hipermercados não tem sido uma aposta das cadeias de retalho, que têm vindo a investir em cadeias de proximidade. Mas, o grupo Auchan está a contrariar essa tendência, com a abertura de um hiper na Grande Lisboa. «O objetivo passa por continuar a abrir lojas MyAuchan, o formato de ultraproximidade, um conceito diferenciador de lojas de bairro nos grandes centros urbanos, onde conseguimos maior proximidade com os consumidores e garantimos uma oferta alargada, qualidade, variedade e baixo preço. São lojas entre os 200 e 500m² onde aplicamos os mesmos compromissos da marca Jumbo», referem.

Neste momento, o grupo já tem 28 MyAuchan em Lisboa, dos quais 15 abriram o ano passado e 7 já em 2019. Um formato que pretende estender ao franchising. «Estamos também a fazer expansão em franchising com as insígnias my Auchan e supermercado Auchan”, refere o diretor geral. Até aqui o grupo limitava as aberturas em franchising apenas sob a insígnia Pão de Açúcar, marca que vai desaparecer, bem como a do Jumbo. O grupo vai operar apenas com a marca Auchan, num movimento de uniformização de marca global.

Quer comentar?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.