CAMPEONATO DE PORTUGAL DE NOVAS ENERGIAS ARRANCA EM OEIRAS

Eduardo Carpinteiro Albino espera renovar o título de campeão

O Campeonato de Portugal de Novas Energias – PRIO arranca no próximo dia 29 de abril, com a realização do Oeiras Eco Rally-Portugal, que se vai disputar até 1 de maio. Esta prova já vai na sua sexta edição e promove a mobilidade suave.

A sexta edição do Campeonato de Portugal de Novas Energias será marcada por diversas alterações. O objetivo é elevar o nível de exigência que é requerido aos pilotos e aos navegadores, no sentido de conseguirem obter os melhores resultados possíveis, tanto no que diz respeito à regularidade, como à eficiência energética.

O Oeiras Eco Rally está integrado também no FIA EcoRally Cup (o campeonato do Mundo da Modalidade). A prova conta com uma extensão superior a 400 quilómetros, dos quais mais de 200 são feitos em troços classificativos. A competição tem a sua partida às 18h30 do dia 29 de abril, sábado, no Lagoas Park, a base de todo o evento.

Em nota de imprensa, a organização explica que esta mudança só foi possível graças às evoluções que se têm verificado nos sistemas de carregamento e autonomia das viaturas. Desta forma, é ainda possível proporcionar melhores condições para a organização e para as equipas. Assim, a prova pretende ainda provar que os carros com energias “limpas”, tornam-se uma alternativa cada vez mais viável para as deslocações diárias.

Eduardo Carpinteiro Albino espera renovar o título de campeão

Contudo, neste campeonato só podem participar carros puramente elétricos de utilização comum e sem quaisquer alterações adicionais nas suas especificações técnicas. O campeão em título, Eduardo Carpinteiro Albino, encara com otimismo e expectativa a participação tanto do Campeonato de Portugal, como do FIA Eco Rally Cup. Este ano, irá integrar, pela primeira vez, a equipa oficial KIA. Neste sentido, irá disputar as provas ao volante de um KIA Niro EV. Ao seu lado, terá José Carlos Figueiredo como navegador.

Eduardo Carpinteiro Albino ressalva que as novas alterações regulamentares vão tornar a edição de 2023 do Campeonato de Portugal “mais competitiva do que as edições anteriores”. Por sua vez, em relação ao Oeiras Eco Rally – Portugal, o piloto destaca a complexidade de procurar obter os melhores resultados, tanto ao nível da regularidade, como dos consumos. No entanto, assegura que fará de tudo para renovar o título nacional e participar em mais provas internacionais.

Mobilidade é uma das prioridades da Câmara de Oeiras

Para Francisco Gonçalves, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, “o Eco Rally foi uma aposta do município de Oeiras desde o primeiro momento. O objetivo do município foi essencialmente estar presente nesta fase de transição energética”.

Desta forma, a autarquia mostrou o seu “empenho com essa transição energética, o respeito pelos valores ambientais, e o respeito pela sustentabilidade”. Ou seja, a edilidade pretende “servir de exemplo para que os munícipes, e os cidadãos em geral, ganhem uma nova forma de encarar os desafios para vencer as questões ambientais”.

O autarca recordou ainda que “em 2017 encontraram o concelho com zero carregadores no espaço público. Fruto do investimento e da aposta efetuada, passou a ter em 2021 a maior rede de carregadores rápida e ultrarrápidos em espaço público da Península ibérica”. O vice-presidente da CMO destaca também que “o Oeiras Eco Rally é sobretudo um evento de consciencialização para a transição energética e para a descarbonização”.

No mesmo sentido, pretende procurar “soluções sustentáveis e racionais para o nosso quotidiano”. Estas vão ao encontro do “ADN do município de Oeiras, que integra um plano de mobilidade sustentável”. Este plano, acrescenta, “prevê novas vias, parques de estacionamento, mobilidade suave e mobilidade pedonal”.

O objetivo, concluí Francisco Rocha Gonçalves, é servir “a comunidade que aqui vive, estuda e trabalha, respeitando a crescente vontade de inovar e de incrementar novas soluções que caracteriza o município de Oeiras”.


Promover a descarbonização

Já para Carlos Ferraz, diretor de Mobilidade Elétrica da PRIO – principal patrocinador do Campeonato de Portugal, refere que um dos pilares da empresa é “a sustentabilidade”. Por outro lado, a empresa pretende ainda apoiar iniciativas que têm como propósito difundir a descarbonização, tal como são este tipo de provas.

Carlos Ferraz refere ainda que “a PRIO foi uma das marcas pioneiras da mobilidade elétrica em Portugal. Por isso, faz total sentido apoiar provas que partilhem esse espírito vanguardista. Adicionalmente, trata-se de uma prova que tem viaturas que o consumidor normal pode comprar. Por isso, demonstra o crescente grau de acessibilidade que a mobilidade elétrica tem vindo a adquirir, quer nos veículos, quer na energia”, finaliza.

Já Paulo Almeida, presidente do Comité Organizador do Campeonato de Portugal de Novas Energias, salienta que “estas provas acrescentam todos os anos importantes capítulos à história que começou a ser escrita em 2018 e que revolucionou o desporto automóvel e a sociedade.

Há cada vez mais carros elétricos e mais marcas envolvidas nesta missão de criar alternativas para despoluir”. Por outro lado, há também “mais participantes a aderir a este tipo de competições”, acrescenta. Ao mesmo tempo, há ainda “uma crescente sensibilização e consciencialização por parte dos cidadãos para a necessidade de diminuir os efeitos perversos das alterações climáticas. Isto mostra-nos que estamos no bom caminho.”

Oeiras Eco Rally passa por Oeiras, Sintra, Setúbal e Palmela

A edição de 2023 do Oeiras Eco Rally irá passar pelos concelhos de Oeiras, Sintra, Setúbal e Palmela. O evento terminará, como habitualmente, com a “Oeiras Street Stage”, marcado para 1 de maio, na Marginal de Oeiras, a partir das 10h30.  Por fim, a entrega de prémios e a consagração dos vencedores será nas instalações da Fábrica da Pólvora em Oeiras (Barcarena), às 13h00 do dia 1 de maio.

Quer comentar a notícia que leu?