ISALTINO MORAIS APOSTA FORTE EM PORTO SALVO

0

Isaltino Morais, durante a cerimónia de inauguração da rede Combus em Porto Salvo, anunciou para setembro, do próximo ano, o início das obras no Rossio de Porto Salvo e esteve na empreitada de instalação de novas redes de águas e esgotos em Porto Salvo.

No dia em que o transporte COMBUS chegou a Porto Salvo, o presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, que hoje inaugura o Estaleiro Norte de Porto Salvo, centralizando os serviços operativos da autarquia, revelou que as obras no Rossio de Porto Salvo vão-se iniciar em setembro de 2021.

O programa funcional para o Rossio de Porto Salvo, que implica um investimento de 10 milhões de euros, contempla um Centro de Saúde, uma área comercial e um centro de dinamização cultural, estando prevista a criação de uma grande praça que servirá de ponto de encontro e realização de espetáculos e de atividades culturais, interligadas em simultâneo com a dinamização cultural prevista para as praças a construir em Algés (antiga Praça de Touros, recentemente adquirida pela autarquia por 1.7 milhões de euros), em Oeiras, em Linda-a-Velha e em Caxias.

Hoje, Isaltino Morais volta a Porto Salvo por causa do Estaleiro Norte, junto ao Mercado de Porto Salvo, que se junta às Oficinas de Vila Fria e ao futuro Centro de Indústrias Criativas – que incluirá armazéns municipais – num conjunto de equipamentos que pretendem concentrar os serviços operativos da Câmara Municipal, estando todos sediados na freguesia de Porto Salvo.

Este Estaleiro Norte, agora inaugurado, contemplou a construção de um novo pavilhão industrial com cerca de 400 m2 de área, nas instalações, num investimento de 533.530 euros. Para além de um espaço dedicado ao armazenamento de materiais e produtos diversos, a solução considera igualmente uma área de escritórios, instalações sanitárias e balneários, assim como um espaço coberto com cerca de 100 m2 para pequenas reparações e lavagens.

Combus chega a Porto Salvo




Ontem, durante a inauguração dos novos circuitos COMBUS em Porto Salvo, Isaltino Morais fez questão de salientar que «este transporte gratuito de passageiros já chegou a todas as localidades do concelho».

Com a chegada a Porto Salvo, o COMBUS fica finalmente a operar em todas as freguesias do concelho, tal como havia sido anunciado no início deste mandato, por Isaltino Morais, lembrando que este transporte gratuito arrancou em Algés, Cruz-Quebrada-Dafundo e Linda-a-Velha em 2018, seguindo-se Oeiras e São Julião da Barra e Paço de Arcos e Caxias desde o início deste ano, e mais recentemente, em Carnaxide e Queijas e Barcarena.

Por seu turno, o presidente da Junta de Freguesia de Porto salvo, Dinis Antunes, recordou que os transportes públicos «não chegavam a todas as localidades da freguesia que, a partir de agora, fica com uma rede de transportes que satisfaz as populações».

Para cada circuito vão operar dois autocarros, com capacidade de transporte para 16 pessoas e 10 pessoas em pé e ainda acesso para pessoas com mobilidade reduzida, afirmou Isaltino Morais, garantindo que todas as viaturas têm purificador de ar e duas delas são a gás, num exemplo ambientalmente mais sustentável.

Dando seguimento à estratégia definida de garantir melhores condições de mobilidade e aposta no serviço de transportes do concelho, o COMBUS representou um investimento total de 2 milhões de euros.

Investimentos no Casal da Choca

Durante a cerimónia de inauguração deste meio de transporte, Isaltino Morfais referiu-se à inauguração do novo arruamento no Casal da Choca, numa área urbana de génese ilegal (AUGI) localizada em Porto Salvo, ligando a Rua de São José à Rua Quinta da Estrangeira, num investimento de 370.681 euros, que vai proporcionar melhores condições de acesso e de mobilidade tanto para veículos como para peões.

Segundo a autarquia oeirense, a criação deste arruamento permite dar continuidade à Rua de São José, um eixo estruturante desta AUGI, que outrora não tinha saída, o que prejudicava a circulação tanto para os residentes como para os transportes públicos e veículos de recolha de resíduos urbanos.

Agora, com a ligação da Rua de São José à Rua Quinta da Estrangeira, a circulação foi facilitada entre as várias zonas urbanas do Bairro. Além do mais, este novo arruamento tem as dimensões adequadas à passagem de transportes públicos e de veículos de recolha de resíduos urbanos.

Com estas intervenções, o Município de Oeiras pretende oferecer mais e melhor qualidade de vida aos residentes, proporcionando melhores condições de habitabilidade e acessos, tanto viários quanto pedonais. Os acessos também são fatores fulcrais de base na qualidade de vida dos habitantes locais.

Por outro lado, Isaltino Morais, acompanhado por alguns elementos da vereação, visitou ainda a empreitada de infraestruturas na Zona Adjacente à Rua Augusta/Rua Cândida Branca Flor, a decorrerem no Norte do Casal da Choca daquele bairro, implicando um investimento de 798 mil euros, esta obra vai permitir a instalação de novas redes de águas e de esgotos que, a curto prazo, irão resolver os problemas de salubridade, eletricidade, iluminação pública, telecomunicações, gás, pavimentos, plantação de árvores, muros técnicos e vedações de propriedades, numa ação integrada de requalificação urbana.

 

Quer comentar a notícia que leu?