LISBOA ENTREGA CASAS ADAPTADAS

0

Fernando Medina e a vereadora da Habitação, Paula Marques, entregaram hoje, no Parque das Nações, a chave de uma casa adaptada a famílias com mobilidade condicionada.

Uma família, cujo filho, o Daniel, sofre de paralisia degenerativa e que recentemente foi operado às pernas, recebeu hoje, das mãos de Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, e da vereadora da Habitação, Paula Marques, as chaves de uma casa, no Bairro Casal dos Machados – Parque das Nações, que foi totalmente requalificada em função da «incapacidade do Daniel».

Segundo a vereadora Paula Marques, que anunciou a entrega de mais quatro casas adaptadas até ao fim-do-ano, este programa – o projeto LIFE (Vida) – permite «adaptar as casas às necessidades dos utentes». Ou seja, «cada casa é pensada em função da incapacidade do inquilino».

Referindo-se concretamente à família que, a partir de hoje, usufrui desta residência requalificada, Paula Marques lembrou que para responder às necessidades concretas desta família, a Gebalis encontrou soluções para permitir uma maior mobilidade ao jovem Daniel, que lhe facilitam as deslocações e ao mesmo tempo lhe permita o acesso aos utensílios de higiene pessoal.

Durante o tempo das obras, esta família foi acolhida em casa de familiares, tendo regressado agora à habitação que foi totalmente requalificada. Mas, como fez questão de referir Paula Marques, nas situações em que não existam familiares para acolher as famílias, enquanto duram as obras, a Gebalis «arranja uma solução temporária».

Segundo a mãe do jovem, as soluções arquitetónicas empregues na casa, permitem ao filho, recentemente operado ás pernas, ter uma maior autonomia em termos de higiene pessoal e também confecionar as suas refeições.





Segundo explicou, «os interrutores estão mais baixos, os armários da cozinha sobem e baixam de forma elétrica e a cama é elétrica e articulável e os estores também são elétricos».

A vereadora Paula Marques, após ter referido que Lisboa «é uma cidade que acolhe todos e tem preocupações especificas com as pessoas com dificuldades motoras graves, salientou que «o projeto LIFE, da Gebalis, tem permitido adaptar casas às necessidades específicas de famílias com mobilidade condicionada.

As intervenções LIFE – segundo adianta – têm uma componente tecnológica que permite, através de um comando, o controlo remoto integral da casa, quer seja no interior ou exterior, através de uma App no telemóvel. Cozinhas dinâmicas, espaços amplos que permitem a circulação da cadeira de rodas, pisos adaptados são outras das caraterísticas destas habitações de uso universal. A Gebalis, empresa municipal de Lisboa, já entregou 16 destas casas nos bairros municipais da cidade.

Escreva aqui o seu comentário...