A Câmara Municipal de Lisboa vai investir cerca de um milhão de euros nas obras de ampliação da Casa dos Animais em Monsanto, foi anunciado hoje durante a apresentação pública da ambulância de Socorro Animal.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, apresentou hoje, de manhã, a primeira ambulância de socorro animal, adquirida pela autarquia no âmbito de uma proposta vencedora da edição de 2017 do Orçamento Participativo de Lisboa.

Este veículo, como explica o presidente da Câmara de Lisboa, “vai permitir dar uma resposta eficaz na recolha de animais em situação difícil, assegurando o socorro imediato”.

Fernando Medina salientou o sentido cívico dos proponentes desta proposta, nomeadamente de Alexandra Carvalho, que, com este projeto, demonstraram “respeito pela dignidade dos animais e também pela dignidade das pessoas que os tem”, lembrando que a maioria dos donos dos animais são pessoas idosas que os têm “para companhia”.

Esta nova unidade, que vai complementar a frota da Casa dos Animais, está apetrechado com os “equipamentos necessários à recolha urgente de animais, em condições adequadas, na via pública (canídeos e felídeos) para receberem assistência médico-veterinária no espaço de Monsanto.

Equipado com suporte básico de vida, este veículo tem capacidade para transporte, em jaulas amovíveis, quatro animais em simultâneo, permitindo desta forma uma resposta mais eficaz às solicitações semanais feitas å Casa dos Animais.

No decorrer da apresentação coube ao vereador Carlos Castro, responsável pelo pelouro, anunciar os investimentos que estão a ser feitos no que concerne ao bem-estar animal.

Assim, segundo o vereador, no âmbito do investimento associado ao bem-estar animal, a edilidade lisboeta vai iniciar as obras de ampliação da Casa dos Animais, orçada em cerca de um milhão de euros, tendo já investido 230 mil euros na renovação da frota de veículos do espaço de Monsanto e atribuiu uma verba de 100 mil euros à União Zoófila para aquisição de equipamentos. Paralelamente, o autarca aproveitou a ocasião para anunciar que a União Zoófila vai “deixar as atuais instalações no bairro das Furnas, São Domingos de Benfica, para umas novas a ficarem localizadas na zona norte da cidade”.

Descarregue e leia mais do Orçamento Participativo 10 anos do Orçamento Participativo em Lisboa

Quer comentar?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.