TEATRO COMEMORA DIA MUNDIAL COM ENTRADAS GRATUITAS

0

Entradas a preços simbólicos, cuja receita reverte a favor das vítimas do ciclone Idai em Moçambique, entradas gratuitas, exposições e leituras encenadas contam-se entre as iniciativas que assinalam o Dia Mundial do Teatro. Hoje é dia Mundial do Teatro e os palcos comemoram com muitas estreias esta arte milenar que funciona como um meio de divulgação da cultura de diferentes povos. Desde a antiguidade que o homem usa o teatro como forma de expressão, através de vários géneros teatrais, desde a comédia à tragédia e à tragicomédia, do melodrama à revista e ao teatro infantil.

Como já é habitual, no Dia Mundial do Teatro, a programação das salas de espectáculos de vários teatros de lisboa são de entrada livre, com visitas guiadas e peças em cena, oferecendo também ao público a oportunidade de espreitar os bastidores, pisar o palco e sentir o apelo da magia que um teatro tem para oferecer.

Mas, este ano, este dia também fica marcado com várias ações de solidariedade com Moçambique. Com ingressos a preços simbólicos que revertem a favor das vitimas do ciclone que assolou aqueles país africano de expressão oficial portuguesa.

Em Lisboa. o teatro nacional D. Maria II, as comemorações do Dia Mundial do Teatro voltam a pautar-se por entradas gratuitas nos espetáculos – até à lotação das salas e mediante levantamento dos ingressos nas bilheteiras pós as 13.00 h, de hoje.

A peça Frei Luís de Sousa, um clássico de Almeida Garrett em cena na sala com o nome do autor que idealizou o D. Maria II, a inauguração da exposição intitulada “José Marques: Fotógrafo em cena”, com imagens inéditas deste fotógrafo “incontornável” daquele teatro durante o século XX, espalhadas por vários locais daquela sala ao Rossio, contam das propostas do D. Maria II.

Destaque também para a iniciativa do Teatro Aberto que, assinala a efeméride com sessões das peças A verdade e A mentira, de Florian Zeller. Com ingressos a 15 euros, a receita destas peças encenadas por João Lourenço vai contribuir para as despesas médicas do ator António Cordeiro.





O Teatro da Trindade também apresenta uma programação de entrada livre, com três visitas guiadas ao teatro além das peças Zoom e #Emigrantes, em cena nas salas Carmen Dolores e Estúdio, respetivamente.

A estreia de Ballyturk, de Enda Walsh, uma encenação de Jorge Silva Melo, no Teatro da Politécnica, a inauguração da exposição de fotografia “Gineceu Androceu”, no Museu Nacional do Teatro e da Dança, são outras das propostas que a capital portuguesa oferece no Dia Mundial do Teatro. “Gineceu Androceu”, estreada na ModaLisboa 2016, reúne fotografias de 19 personalidades portuguesas e 11 designers de moda, do ator, encenador e figurinista João Telmo.

Almada

Na margem sul do Tejo, a Companhia de Teatro de Almada (CTA) volta a associar-se às comemorações, com entrada gratuita, desta vez para a peça em cartaz na Sala Principal do Teatro Municipal Joaquim Benite, A Fenda, um texto e encenação do diretor artístico da companhia, Rodrigo Francisco.

Além da leitura da mensagem do Dia Mundial do Teatro, do Instituto Internacional do Teatro, a CTA espera a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Ainda no Teatro Joaquim Benite, será lançado o quarto catálogo da exposição “CTA: 40 anos em Almada”, bem como do quinto volume da coleção “O Sentido dos Mestres”, intitulado “Narrativas do corpo”, referente ao curso que Olga Roriz realizou no Festival de Almada, em 2018.

Cascais e Oeiras

Em Cascais, o Teatro Experimental de Cascais estreará a sua 160.ª produção: O beijo de Judas, de David Hare, com encenação de Carlos Avilez.

Em Oeiras, a mostra de teatro amador, iniciativa que este ano conta com 25 espetáculos, começa no Dia Mundial do Teatro, com a peça A vida é sonho, de Calderón de La Barca, pelo Intervalo – Grupo de Teatro, a representar no palco do Auditório Municipal Lourdes Norberto, em Linda-a-Velha.

Escreva aqui o seu comentário...