TRANSPORTADORAS UNIRAM-SE PARA MELHORAR SERVIÇOS NA AML

Sete operadores de transportes da região de Lisboa criaram uma associação para comunicação e partilha técnica, tecnológica e funcional, com o objetivo de melhorar o serviço de transporte público na Área Metropolitana de Lisboa (AML).

Sete operadores de transporte, nomeadamente a Barraqueiro Transportes, a CP – Comboios de Portugal, a CARRIS, o Metropolitano de Lisboa, a Rodoviária de Lisboa, a Transportes Sul do Tejo e a Transtejo, uniram-se com vista à criação da AMOLIS – Associação Metropolitana de Operadores de Transporte de Lisboa, uma associação de direito privado sem fins lucrativos, que se constitui como uma plataforma de comunicação e partilha técnica, tecnológica e funcional entre os seus associados, os quais são operadores de transporte coletivo de passageiros da Área Metropolitana de Lisboa.

A AMOLIS poderá atuar em interesse próprio ou de acordo com os interesses coletivos dos seus sete membros associados, perante outras entidades públicas ou privadas de interesse para o setor. Poderá, igualmente, atuar como ponto de contacto dos associados com terceiros, designadamente, operadores de transporte público, integradores e outros agentes da área da mobilidade, bem como associar-se a outras associações congéneres, nacionais ou internacionais, criando sinergias e trocas de experiências.

Trata-se de um marco importante para a história destas empresas que se unem formalmente para benefício dos seus clientes e para a consequente melhoria da qualidade do serviço prestado.

Em Assembleia Geral realizada no próprio dia da escritura da Associação foram nomeados os Órgãos Sociais da Associação, sendo eleitos para o Conselho Diretivo representantes dos sete fundadores, que elegeram o Metropolitano de Lisboa para a Presidência do Conselho Diretivo, bem como o Grupo Barraqueiro para a Presidência da Mesa da Assembleia Geral.





Quer comentar a notícia que leu?