VINHOS DE LISBOA EXPORTAM PARA 100 PAÍSES

0

Os vinhos produzidos na região de Lisboa venderam cerca de 18 milhões de garrafas, para 100 destinos diferentes, no período pós-confinamento.

Nos últimos três meses, os Vinhos de Lisboa atingiram resultados recorde nas vendas, conseguindo vender 18 milhões de garrafas entre Junho e Agosto. Mas, nos primeiros oito meses do ano, entre janeiro e agosto, as vendas dos vinhos de Lisboa aumentaram 15 % face a 2019. A vinha do aeroporto, que começou a funcionar em 2015, junto à Rotunda do Relógio, também contribuiu para esse aumento de vendas e da produção dos vinhos da Região de Lisboa.

Segundo a Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa (CVR Lisboa), este crescimento foi suportado por um aumento significativo das exportações para mais de 100 destinos diferentes, liderados por Estados Unidos, Canadá, Brasil, Reino Unido e Escandinávia e com Japão, Coreia do Sul e a Austrália a ganhar força.

«Mesmo com todos os imprevistos causados pela pandemia, e que continuam a impactar alguns produtores, os resultados globais mantêm-se bastante positivos, pelo que os Vinhos de Lisboa estão vivos e recomendam-se», afirma Francisco Toscano Rio, presidente da CVR Lisboa.

No que toca à vindima e com o calor sentido nos últimos dias, as maturações atingiram agora o seu ponto ideal nas castas brancas, destinadas à produção de vinhos brancos leves e espumantes, e algumas uvas tintas para rosés.

«São categorias de vinho onde o equilíbrio entre os açucares, a acidez e o aroma são particularmente importantes para garantir a tipicidade pretendida para os Vinhos de Lisboa», explica o mesmo responsável.





Segundo a Comissão, as primeiras uvas que estão a entrar nas adegas confirmam as expectativas que existiam para esta colheita, prevendo-se um aumento de quantidade de 5%.

Por outro lado, o presidente da CVR anunciou também que a o seguro de colheita contratado atingiu os 20 milhões de euros, o correspondente a 50% da área de vinha certificada. «Salvaguardamos as vinhas e conferimos aos viticultores uma tranquilidade adicional neste período crítico», concluiu Francisco Toscano Rico.

A Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa (CVR Lisboa) é a entidade responsável pela promoção e certificação dos vinhos Regionais Lisboa e dos DOC´s Alenquer, Arruda, Bucelas, Carcavelos (Vinhos Generosos), Colares, Encostas d’Aire, Lourinhã (Aguardentes), Óbidos e Torres Vedras.

Os Vinhos de Lisboa são exportados para mais de 80 países, sendo a Região em Portugal que exporta a maior percentagem dos vinhos (tranquilos) que certifica. Os seus principais mercados são a Europa e nesta especialmente o Reino Unido, a Polónia e a Escandinávia, na América do Norte os EUA e o Canadá, Brasil, Angola, China e Japão, Austrália, etc.

Escreva aqui o seu comentário...