HÁ UM ANO A MARCAR PONTOS NA RESTAURAÇÃO LISBOETA

0

A Brasa do Prior cumpre um ano de vida e é já um dos marcos gastronómicos dos apreciadores da boa mesa, farta e de qualidade superior, graças ao conceito de bem-servir “à moda do Norte”.

Volvido um ano (a Brasa do Prior cumpre o seu 1º aniversário no dia 22 de outubro), o chef Vítor Silva faz um balanço “muito positivo” da mudança para a área metropolitana de Lisboa e ressalva que “todas as pessoas que resolvam experimentar a nossa casa, passem a ser nossos clientes”. Entre os pratos que têm merecido mais fiéis, sublinha o cozinheiro, constam as “bifanas à moda do Porto”, que são já uma referência gastronómica da Brasa do Prior e uma das iguarias mais solicitadas, uma vez que são confecionadas a baixa temperatura e têm o “corte mais fino”, sendo “regadas” com o tradicional molho à moda do Porto.

Como não poderia deixar de ser, os grelhados ocupam lugar de destaque no cardápio da Brasa do Prior, até porque Vítor trabalhou mais de 20 anos “nas grandes casas de steackhouses do Porto”.

Segundo o chef, os grelhados ocupam lugar de destaque no cardápio da Brasa do Prior. O “franguinho” assado, de um calibre mais pequeno do que o habitual, e que vem acompanhado de um delicioso molho de manteiga, é já um dos ex-líbris desta churrasqueira e, sublinha Vítor Silva, acaba por ficar mais em conta do que os frangos da concorrência, pois o preço do frango é fixo (6,25 euros) e não depende do peso. Também a picanha à brasileira guarnecida (com batata frita, arroz, feijão preto, farofa, banana e couve mineira) é um dos “emblemas” da Brasa do Prior.

Bifanas e francesinhas são referência

As francesinhas, claro está, estão no topo das preferências dos clientes. “São as verdadeiras francesinhas nortenhas, recheadas com a melhor carne (bife de alcatra) e enchidos, que ficam a ‘nadar” num molho único e cuja receita está guardada a sete chaves”. O molho, que é o segredo das verdadeiras francesinhas, demora entre 4 e 12 horas a ser confecionado e é ele que confere a originalidade e paladar único a esta iguaria lusitana.




“Tenho clientes que me dizem que a minha francesinha é melhor do que muitas daquelas que comem no Porto. É tudo feito com muita lentidão e muito amor”, ressalva.

Vítor assume que a sua mulher e companheira de lutas e de tachos, é o esteio da Brasa do Prior, o “braço direito e o esquerdo”, na árdua tarefa de “ganhar nome” na concorrida área da restauração lisboeta. E da mão apurada de ambos que saem os temperos e amor que ressaltam nos sabores de uma comida feita para criar conforto e alegria à mesa.

Em mês de comemoração de aniversário, o restaurante está a promover um “menu de frango” assado (a 9,50 euros), que inclui o dito, batata frita e arroz, para além de duas salchichas toscas; o “menu louco” (10,50 euros), que é equivalente ao menu anterior, mas ainda inclui 2 pães e 2 latas de bebidas.

Fartura nortenha

Com um novo conceito, assente na tradicional fartura dos restaurantes do Porto, tem surpreendido a clientela e já está “no bom caminho” para se tornar na grande referência gastronómica do Prior Velho (e não só). Entre as iguarias que merecem referência, destacam-se a deliciosa francesinha, as tripas à moda do Porto, a posta de vitela guarnecida (com batata fita caseira, salada e legumes), mas também o cabrito inteiro guarnecido, bem como o leitão assado e os bacalhaus (com broa, à Braga, e Zé do Pipo), feitos na hora e que já fazem as delícias dos clientes. Comida feita “com muito amor” e para saborear até ao último pedaço.

Vítor Silva destaca ainda a oferta de variados pratos do dia, a “preços justo”, em que uma dose “dá para três pessoas”, como bom restaurante nortenho. Todos eles são conservados em banho-maria para não perderem frescura e qualidade e chegarem a casa dos clientes ainda “a fumegar”.

O proprietário revela que a Brasa do Prior está a fazer um caminho seguro para se tornar numa casa “de renome na área”, onde impera a fartura, a qualidade dos produtos e o profissionalismo de uma equipa com pergaminhos na restauração.

Não obstante a sua “tenra idade”, a fama da nova Brasa do Prior já chegou à zona do Parque das Nações, onde conquistou o palato de muitos, mas Vítor tem a ambição de vir a ser conhecido “em toda a Lisboa”. E tem toda a razão! Este novo conceito gastronómico, de comida de conforto e de doses mais do que generosas, promete deixar a sua marca no panorama restaurativo “lisboeta” e na alma de todos os seus clientes.

 Avenida de Moçambique, 89 A, Prior Velho | 219 413 475/969 173 899 

 

Brasa do Prior, Churrasqueira de qualidade com serviço de takeaway, entregas ao Domicílio através das plataformas UberEats, BoltFood e Glovo!

Horário: Segunda-feira: 11:00–14:30, 18:00–21:30 | Terça-feira: 11:00–14:30, 18:00–21:30 Quarta-feira: 11:00–14:30, 18:00–21:30 | Quinta-feira: 11:00–14:30, 18:00–21:30 Sexta-feira: 11:00–14:30, 18:00–21:30 | Sábado: 11:00–14:30, 18:00–21:30 | Domingo: 10:00–14:30

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here