Loures | Mandato autárquico 2017/2021

0

Excertos do discurso de Bernardino Soares, Presidente da Câmara Municipal de Loures. 

“O início de um novo mandato autárquico é sempre e em qualquer circunstância, o início de um novo ciclo político.E neste caso também assim o é. A CDU mantém-se no plano nacional como a grande força de esquerda no poder local, reafirmando assim um percurso de muitos anos, amplamente reconhecido pelas populações.”

(..)

“A nossa conceção do poder local é a de considerar como uma mais-valia a gestão participada por outras forças políticas, seja em maioria ou em minoria, como aconteceu em muitos mandatos anteriores neste concelho. Também agora gostaríamos que isso tivesse acontecido. Desta vez isso não foi possível na arrumação das forças da Câmara Municipal, por um lado porque em relação à coligação de direita isso foi inviabilizado pelo seu posicionamento político na campanha eleitoral; por outro lado porque o PS não esteve recetivo para concretizar essa participação em funções executivas.”

(..)





“Assumiremos por isso todas as responsabilidades do município, firmando desde já o compromisso, como aliás fizemos no mandato que agora termina, de considerar as opiniões das restantes forças políticas na Câmara e de manter um relacionamento de diálogo construtivo seja com a Assembleia Municipal, seja com as freguesias.”

(..)

“Registamos aliás que, se há um ano atrás a extensão do metro no concelho era para muitos irrelevante, com a intervenção política da Câmara hoje todos, desde as forças políticas representadas na Câmara de Lisboa até ao Primeiro Ministro, a consideram essencial no quadro metropolitano dos transportes públicos.”

(..)

“E para além da questão do Metro, queremos mais serviço da Carris, cuja gestão foi indevidamente entregue em exclusivo à Câmara de Lisboa, em particular no centro de Camarate e em Sacavém. Queremos melhores ligações rodoviárias dentro do concelho, em particular para permitir um acesso direto quer ao hospital, quer aos centros de saúde, quer à sede de concelho, com horários e condições adequadas à vida e às necessidades das pessoas.”

(..)

“E queremos transportes mais baratos, um passe social que abranja todos os operadores e a redefinição das coroas, corrigindo evidentes incongruências e garantindo que todo o concelho fique incluído na coroa 2.”

(..)

“Neste mandato e já nos próximos meses iniciar-se-á também a obra de reparação do Caneiro de Sacavém e de resolução do problema das cheias na zona baixa daquela cidade, uma obra apoiada por fundos comunitários e em que a Câmara investirá até três milhões de euros resolvendo um problema de muitas décadas.”

(..)

“Manteremos a aposta no património, estando já garantido o financiamento para a recuperação do Palácio Valflores, em Santa Iria de Azóia, metade de fundos comunitários e metade do orçamento municipal”

(..)

 

Deputados eleitos para a Assembleia Municipal

 

 

Escreva aqui o seu comentário...