NOVA ESCOLA NA BOAVISTA PROMETE NOVOS «SONHOS» PARA A COMUNIDADE

0

Fernando Medina ajudou hoje a derrubar a antiga escola do Bairro da Boavista, em Benfica, onde vai nascer a nova escola Arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles, num investimento de cerca de 10 milhões de euros.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, os vereadores Manuel Grilo e Paula Marques, a diretora da Escola Ribeiro Telles, Ana Teixeira, o presidente da junta de freguesia de Benfica, Ricardo Marques, e a presidente da Associação Moradores do Bairro da Boavista, Bela Rebelo, deram, esta terça-feira, uma «mãozinha» no derrube da antiga escola do Bairro da Boavista, em Benfica, dando assim início à construção da nova escola básica Arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles.

Considerado um dos maiores investimentos de sempre do município num estabelecimento escolar, 10 milhões de euros, com 7 salas para Jardim de Infância, 8 salas de 1º ciclo, instalações para a Orquestra Geração, um amplo recreio verde, campo de jogos, e deixando uma área reservada para a futura construção de uma creche, a nova escola Ribeiro Telles vai perpetuar o nome de um arquiteto que teve a ousadia de sonhar e defender que «devemos a nós próprios e aos vindouros perpetuar o sonho e valorizar o seu legado».

Para Fernando Medina, a nova escola irá mudar «aquela comunidade lisboeta», já que o novo projeto irá contemplar sete salas para jardim-de-infância, oito salas de primeiro ciclo e instalações para a Orquestra Geração, estando prevista a sua conclusão dentro de dois anos.

«É um momento muito feliz. Nasce de uma visão comum entre escola, professores, moradores e a Câmara Municipal de Lisboa para aquilo que é a função fundamental da escola: puxar para cima toda a nova geração para que tenha mais oportunidades do que as anteriores», começou por dizer o autarca, durante a cerimónia de lançamento da primeira pedra do novo estabelecimento de ensino.

Medina sublinhou que cumpre uma promessa feita quando inaugurou a cozinha da atual escola e se deparou com outros problemas que esta enfrentava, nomeadamente o chão, que não podia ser alterado por estar a ser destruído pelas raízes das árvores.





«Fazer uma escola nova é sempre uma vitória sobre os céticos», afirmou, lembrando também que este deve ser «o melhor espaço, o mais qualificado e o mais digno para os pais deixarem com confiança os seus filhos, além de ser aquele que está em melhor posição no bairro». De acordo com Fernando Medina, esta será «a maior escola básica de Lisboa», salientando tratar-se também «do maior investimento numa escola básica de primeiro ciclo».

Nova centralidade

O autarca adiantou ainda que a nova escola irá estar ligada a uma nova praça onde existe uma igreja, que também será demolida para dar lugar a uma outra, com duas capelas mortuárias, uma reivindicação antiga dos moradores, além de uma sede para os escuteiros e um novo centro paroquial, uma obra orçada em 1,5 milhões de euros e que estará concluída ao mesmo tempo que a escola.

Assim, toda a zona irá ser alvo de uma requalificação do espaço publico, tendo áreas ajardinadas. «O bairro vai ter uma praça onde as pessoas vão poder estar sentadas com ligação à escola, uma igreja nova paredes meias com o centro de saúde. O centro da comunidade com a escola no topo», referiu Fernando Medina.

«Vamos transformar a realidade do bairro a partir da escola, selando um compromisso para com os moradores do Bairro da Boavista, no ano em que se celebram os seus 80 anos», afirmou.

Presente na cerimónia esteve também o presidente da Junta de Freguesia de Benfica, Ricardo Marques, que elogiou a comunidade «pujante, reivindicativa e batalhadora do bairro que lutou por uma nova escola», sublinhando olhar para este bairro «com expetativa no seu futuro».

Já Bela Rebelo, da Associação de Moradores, deixou uma mensagem aos pais para que estes eduquem os seus filhos a estimar a nova escola, porque a edução começa em casa. «Dou tudo pelo meu bairro, onde estou há 60 anos, e não gosto mesmo nada quando vejo que estragam aquilo que acabou de ser feito», afirmou.

Enquanto as obras estão a ser feitas, durante os próximos dois anos letivos, além do atual, as aulas vão decorrer numa escola provisória junto aos terrenos do Casa Pia. Na cerimónia estiveram ainda presentes a vereadora da Habitação da Câmara de Lisboa, Paula Marques, e o vereador dos Direitos Sociais, Manuel Grilo, além da diretora da escola, de representantes de pais, moradores, entre outros convidados.

80 anos de existência

O Bairro da Boavista é um dos mais antigos bairros sociais da cidade, fazendo 80 anos, no próximo dia 25 de outubro. A sua construção iniciou-se em 1940.

O atual território do Bairro da Boavista, em Benfica, era um enorme descampado caracterizado pela vista deslumbrante. Do alto desse descampado avistavam-se o Rio Tejo e a Serra de Sintra e nasce um novo bairro, inaugurado em 1941, o da “Boa Vista”.​

#ComércioNaLinhaDaFrente | Serviços e Takeaway

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here